Pontuação (Exercícios)


1. (TC / PB) A frase corretamente pontuada é:
a) Nas situações, em que há perigo de derrapagem um sistema, chamado controle eletrônico de estabilidade freia o carro, automaticamente e corrige sua trajetória.
b) Nas situações em que, há perigo de derrapagem um sistema chamado controle eletrônico de estabilidade freia, o carro automaticamente e corrige sua trajetória.
c) Nas situações em que há perigo de derrapagem, um sistema chamado controle eletrônico de estabilidade freia o carro automaticamente e corrige sua trajetória.
d) Nas situações, em que há perigo de derrapagem um sistema chamado, controle eletrônico de estabilidade freia o carro, automaticamente e corrige sua trajetória.
e) Nas situações em que há perigo de derrapagem um sistema chamado controle eletrônico de estabilidade freia, o carro automaticamente e, corrige sua trajetória.

2. (Analista Judiciário / TRT) Atente para as seguintes frases:
I. O homem aplica-se em criar instituições, que podem lhe acarretar graves dissabores.
II. Os regimes autoritários, que decorrem diretamente do desvirtuamento das instituições, são os mais nefastos.
III. Não se impute defeito às instituições, cujo propósito essencial é permitir que os homens se organizem.
A supressão da(s) vírgula(s) acarretará alteração de sentido em:
a) I e II, apenas.
b) I e III, apenas.
c) II, apenas.
d) II e III, apenas.
e) I, II e III.

3. (FCMSC-SP) Assinale o período de pontuação correta:
a) Embora soubessem quem era não abriram a porta.
b) Embora soubessem quem era, não abriram a porta.
c) Embora, soubessem quem era, não abriram, a porta.
d) Embora soubessem, quem era, não abriram a porta.
e) Embora, soubessem quem era não abriram, a porta.

4. (CESGRANRIO) Assinale o texto de pontuação correta:
a) Não sei se disse, que, isto se passava, em casa de uma comadre, minha avó.
b) Eu tinha, o juízo fraco, e em vão tentava emendar-me: provocava risos, muxoxos, palavrões.
c) A estes, porém, o mais que pode acontecer é que se riam deles os outros, sem que este riso os impeça de conservar as suas roupas e o seu calçado.
d) Na civilização e na fraqueza ia para onde me impeliam muito dócil muito leve, como os pedaços da carta de ABC, triturados soltos no ar.
e) Conduziram-me à rua da Conceição, mas só mais tarde notei, que me achava lá, numa sala pequena.

5. (Técnico Judiciário / TRT) “O salário pode ser estipulado com base no tempo, na
produção, na tarefa e no lucro.” As vírgulas empregadas na frase se justificam pela
necessidade de:
a) indicar a presença de um aposto explicativo.
b) destacar termos importantes do enunciado.
c) separar os termos de uma enumeração.
d) mostrar que os termos citados não são sinônimos.
e) desmanchar uma ambiguidade do texto.

6. (IBGE) No trecho “Ignoram que a coisa bela é simples por depuração, e não
originariamente...”, a vírgula antes da conjunção e:
a) está correta, por separar no período orações com termos sujeitos distintos.
b) tem emprego facultativo, porque separa termos em coordenação aditiva.
c) constitui um desvio de natureza estilística, com o objetivo de realçar o termo final da coordenação.
d) justifica-se, porque marca uma pausa entre pensamentos em oposição.
e) estaria melhor colocada se precedesse e sucedesse a partícula negativa.

7. (PM / BA) Está inteiramente correta a pontuação da seguinte frase:
a) Ao longo do tempo, verificou-se que o homem é capaz de se valer de suas experiências, sobretudo as mais marcantes, para se prevenir contra tudo o que possa vir a representar uma ameaça para ele.
b) Ao longo do tempo verificou-se, que o homem, é capaz de se valer de suas experiências, sobretudo as mais marcantes para se prevenir contra tudo, o que possa vir a representar uma ameaça para ele.
c) Ao longo do tempo, verificou-se que o homem é capaz, de se valer de suas experiências, sobretudo, as mais marcantes, para se prevenir, contra tudo o que possa vir a representar, uma ameaça para ele.
d) Ao longo do tempo verificou-se que, o homem, é capaz de se valer, de suas experiências, sobretudo as mais marcantes para se prevenir contra tudo o que possa vir a representar: uma ameaça para ele.
e) Ao longo do tempo, verificou-se, que o homem é capaz de se valer de suas experiências, sobretudo as mais marcantes para se prevenir contra tudo o que possa vir a representar: uma ameaça para ele.

8. (TRF / Analista Judiciário / 4ª Região) Atente para as seguintes frases:
I. O poeta Manuel Bandeira referido no texto é um artista que preza a liberdade absoluta.
II. Tanto os loucos como os bêbados são apontados como exemplos de uma irracionalidade que dispensa o artifício das máscaras.
III. Não fossem as máscaras quem sabe quantos inimigos não faríamos a cada dia?
Há exigência do emprego de vírgula(s) em:
a) I, II e III.
b) I e II, somente.
c) II e III, somente.
d) I e III, somente.

9. (TRF / Anal. Judic.) Está incorreto o emprego da vírgula na frase:
a) você, por exemplo, está convocado para o esforço cívico.
b) o cidadão tem não só o direito de eleger os seus governantes, mas também de filiar-se a um partido político e candidatar-se.
c) direitos, deveres e obrigações são inerentes a todos.
d) os cidadãos e seus governantes, são responsáveis pelos destinos do país.
e) um governante honesto, que faça obras e cuide do serviço público, sempre é reconhecido pelo povo.

10. (FCC - Analista Judiciário - Ârea Administrativa - TRT 16/2014) Quanto à pontuação, a frase inteiramente correta é:
a) Já pela má fama adquirida já por preconceito, sempre haverá por parte de certos leitores, alguma relutância diante da leitura de um prefácio.
b) O autor do texto não hesita honestamente, de recorrer a experiências pessoais, para demonstrar sua tese, favorável em boa parte à existência mesma dos prefácios.
c) A escritora Cecília Meireles tão talentosa quanto bonita, é citada no texto como parâmetro de excelência, na comparação com uma jovem, bela e pouco inspirada poetisa.
d) Muita gente acabará por confessar tal como fez o autor, que um prefácio pode prender nossa atenção, com muito mais força, do que o texto principal de uma obra.
e) O autor conclui, não sem razão, que as bibliografias que indicam apenas o prefácio de uma obra permitem deduzir, não há dúvida, que o restante do livro não importa muito.

11. (FCC – TRE/PE – Analista Judiciário – 2011) Está plenamente adequada a pontuação da frase:
a) Não cabe aos jovens, ao menos os livres de cinismo tentar justificar, suas ações pela pressão do
mercado de trabalho, pois os velhos jornalistas, igualmente pressionados, não costumavam
abdicar dos princípios éticos.
b) Não cabe aos jovens, ao menos os livres de cinismo, tentar justificar suas ações, pela pressão do
mercado de trabalho; pois os velhos jornalistas igualmente pressionados, não costumavam
abdicar dos princípios éticos.
c) Não cabe aos jovens, ao menos, os livres de cinismo, tentar justificar suas ações, pela pressão do
mercado de trabalho, pois, os velhos jornalistas, igualmente pressionados, não costumavam
abdicar dos princípios éticos.
d) Não cabe aos jovens, ao menos os livres de cinismo, tentar justificar suas ações pela pressão do
mercado de trabalho, pois os velhos jornalistas, igualmente pressionados, não costumavam
abdicar dos princípios éticos.
e) Não cabe aos jovens, ao menos, os livres de cinismo, tentar justificar suas ações, pela pressão do
mercado de trabalho, pois os velhos jornalistas, igualmente pressionados não costumavam
abdicar, dos princípios éticos.

12. (ESAF – 2014) Assinale a opção que justifica corretamente o emprego de vírgulas no trecho abaixo.
É neste admirável e desconcertante mundo novo que se encontram os desafios da modernidade, a mudança de paradigmas culturais, a substituição de atividades profissionais, as transformações em diversas áreas do conhecimento e os contrastes cada vez mais acentuados entre as gerações de seres humanos.
(Adaptado de Zero Hora (RS), 31.12.2013)
As vírgulas:
a) isolam elementos de mesma função sintática componentes de uma enumeração.
b) separam termos que funcionam como apostos.
c) isolam adjuntos adverbiais deslocados de sua posição tradicional.
d) separam orações coordenadas assindéticas.
e) isolam orações intercaladas na oração principal.

13. (Fuvest-SP) Escolha a alternativa em que o texto é apresentado com a pontuação mais adequada:
a) Depois que há algumas gerações, o arsênico deixou de ser vendido, em farmácias, não diminuíram os casos de suicídio, ou envenenamento criminoso, mas aumentou e — quanto... o número de ratos.
b) Depois que há algumas gerações o arsênico, deixou de ser vendido em farmácias, não diminuíram os casos de suicídio ou envenenamento criminoso, mas aumentou: e quanto! o número de ratos.
c) Depois que, há algumas gerações, o arsênico deixou de ser vendido em farmácias, não diminuíram os casos de suicídio ou envenenamento criminoso, mas aumentou — e quanto! — o número de ratos.
d) Depois que há algumas gerações o arsênico deixou de ser vendido em farmácias — não diminuíram os casos de suicídio, ou envenenamento criminoso, mas aumentou; e quanto — o número de ratos.
e) Depois que, há algumas gerações o arsênico deixou de ser vendido em farmácias, não diminuíram os casos de suicídio ou envenenamento criminoso, mas aumentou; e quanto, o número de ratos!

14. (USF-SP) Os períodos apresentam diferenças de pontuação. Indique a alternativa que corresponde ao período de pontuação correta.
a) A menina chorando de emoção, recebeu, o presente das mãos do padrinho.
b) A menina, chorando de emoção recebeu o presente, das mãos do padrinho.
c) A menina, chorando de emoção recebeu o presente das mãos, do padrinho.
d) A menina chorando, de emoção recebeu o presente, das mãos do padrinho.
e) A menina, chorando de emoção, recebeu o presente das mãos do padrinho.







RESPOSTAS
Questão 1: [C]
Questão 2: [E]
Questão 3: [B]
Questão 4: [C]
Questão 5: [C]
Questão 6: [D]
Questão 7: [A]
Questão 8: [D]
Questão 9: [D]
Questão 10: [E]
Questão 11: [D]
Questão 12: [A]
Questão 13: [C]
Questão 14: [E]
Pontuação (Exercícios) Pontuação (Exercícios) Reviewed by Diogo Ribeiro on 23:25 Rating: 5

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.