13 de março de 2018

Relevo Do Brasil e Aspectos Gerais


Exercícios Sobre Relevo Do Brasil e Aspectos Gerais

1. (UFRN) O Rio Grande do Norte apresenta um elevado potencial turístico, principalmente em decorrência das belezas de sua paisagem litorânea, destacando-se algumas formas do relevo cuja configuração está associada a processos erosivos desencadeados pela ação de diferentes agentes.
Observe a figura:
Paisagem litorânea do Rio Grande do Norte

Considerando os elementos da paisagem litorânea expostos na Figura, pode-se afirmar que esta corresponde a uma

a) falésia, constituída pela deposição de areia paralelamente à costa, em decorrência da erosão eólica.
b) restinga, formada pela consolidação da areia de antigas praias, em decorrência da erosão marinha.
c) falésia, formada a partir de processos de erosão marinha, que originam paredões escarpados.
d) restinga, constituída a partir de processos de erosão eólica, que formam costas íngremes.



2. (UEPI) A fotografia a seguir mostra uma rede de drenagem em determinada região brasileira. Observe-a. 

Imagem da rede de drenagem no Brasil 

Esse tipo de hidrografia, pelas características observadas, é tipica do seguinte tipo de relevo:
a) paisagens geomorfológicas fluviais apalachianas.
b) planaltos cristalinos.
c) cuestas flúvio-lacustrinas.
d) planícies fluviais.
e) maciços residuais.



3. (FMTM – 2008) Considere os itens a seguir para responder à questão.
I. Consiste no derramamento do magma na superfície do planeta, o que pode ocorrer através de fendas ou orifícios na crosta. Na superfície, o magma esfria-se e torna-se sólido, formando uma nova camada rochosa;
II. Ocorre em função do contato das rochas com as águas e a umidade, ocasionando reações de destruição da rocha original. Sua ação é mais intensa nas regiões tropicais úmidas e equatoriais;
III. Trata-se da retirada de material rochoso das áreas mais altas do relevo terrestre pela água, que é transportado como materiais em suspensão para as áreas mais baixas e nelas se depositam, formando camadas de sedimentos;

Sobre os agentes modificadores do relevo terrestre, descritos em I, II e III, pode-se afirmar que
a) todos são agentes externos, ou seja, atuam modificando somente a parte superficial do relevo terrestre.
b) I é um agente interno, formador do relevo, enquanto II e III são agentes externos esculpidores do relevo.
c) I e II são agentes internos, por se tratarem de processos de transformações químicas das rochas, enquanto III é um agente erosivo externo.
d) apenas o agente III é atual, enquanto I e II atuaram no passado, criando as grandes formas do relevo.
e) são todos agentes erosivos, ou seja, suas ações sobre a superfície destroem o relevo original.



4. (FEI) No Sudeste Ocidental do Brasil, a decomposição de rocha vulcânica do tipo basáltico originou um solo típico de regiões onde se cultiva café, conhecido como:
a) látex;
b) arenoso;
c) pantanal;
d) terra roxa;
e) calcário.



5. (UNIVEST) Os escudos ou maciços antigos brasileiros formaram-se na era:
a) cenozóica
b) terciária
c) pré-cambriana
d) mesozóica
e) quaternária



6. (UNIT-MG) Em1896, 27.000 pessoas morreram, no Japão, em conseqüência de uma “tsunami”, isto é, de uma onda gigante com mais de l0m de altura. Em 1992, outra “tsunami” arrasou parte do litoral pacífico da Nicarágua. Em 1998, o fenômeno se repetiu em Papua-Nova Guiné. Essas três ocorrências têm, em comum, o fato de se haverem dado em regiões do “Círculo de Fogo do Pacífico”, onde a forte atividade sísmica, que leva à formação dessas ondas, está diretamente relacionada à (ao):
a) existência das regiões dorsais mesooceânicas;
b) convergência de placas tectônicas;
c) formação de epicentros no interior da litosfera;
d) preenchimento por sedimentos das fossas oceânicas;
e) desenvolvimento de processos erosivos do assoalho oceânico.



7. (Univali-SC) A dinâmica do relevo é o resultado da combinação dos processos que ocorrem no interior da Terra (endógenos), com os que ocorrem no ambiente de contato da litosfera com a atmosfera e a hidrosfera (exógenos).

Em relação a esta afirmação, assinale a alternativa correta.
a) As teorias da Deriva Continental e da Tectônica de Placas são fundamentais na explicação das avalanches e dos escorregamentos nas montanhas.
b) A orogênese explica os diversos aspectos da ação das forças externas, resultantes das intervenções ambientais realizadas pelas sociedades humanas.
c) Os escudos cristalinos de origem endógena são os terrenos mais antigos da crosta terrestre, sendo que no Brasil cerca de 3,5% do território nacional.
d) Nas áreas de relevo inclinado, o processo de erosão é acelerado pela presença da cobertura vegetal de grande porte.
e) Os processos exógenos geram, através do intemperismo das rochas, o sedimento que, quando formado junto à rocha matriz, é denominado depósito eluvial.



8. (U.F. Uberlândia-MG) Sobre a geologia e o relevo brasileiro, podemos afirmar que, exceto;
a) nas grandes bacias sedimentares predominam formas de planícies e planaltos sedimentares como chapadas e cuestas;
b) o Brasil possui um embasamento constituído de formações antigas cristalinas, ricas em minerais metálicos;
c) o relevo foi intensamente desgastado pela erosão, daí a ocorrência de vários planaltos de modestas altitudes;
d) o relevo brasileiro apresenta altitudes modestas no interior, e no litoral é bastante íngreme e elevado devido à presença de dobramentos terciários.



9. (FUVEST) Do ponto de vista tectônico, núcleos rochosos mais antigos, em áreas continentais mais interiorizadas, tendem a ser os mais estáveis, ou seja, menos sujeitos a abalos sísmicos e deformações. Em termos geomorfológicos, a maior estabilidade tectônica dessas áreas faz com que elas apresentem uma forte tendência à ocorrência, ao longo do tempo geológico, de um processo de
a) aplainamento das formas de relevo, decorrente do intemperismo e da erosão. 
b) formação de depressões absolutas, gerada por acomodação de blocos rochosos. 
c) formação de canyons, decorrente de intensa erosão eólica. 
d) produção de desníveis topográficos acentuados, resultante da contínua sedimentação dos rios. 
e) geração de relevo serrano, associada a fatores climáticos ligados à glaciação.



10. (IFG) [...] causado pela água das chuvas, tem abrangência em quase toda a superfície terrestre, em especial nas áreas com clima tropical, cujos totais pluviométricos são bem mais elevados do que em outras regiões do planeta. O processo tende a se acelerar à medida que mais terras são desmatadas [...] uma vez que os solos ficam desprotegidos da cobertura vegetal e, consequentemente, as chuvas incidem direto sobre a superfície dos terrenos.

GUERRA, A. J. T. Geomorfologia urbana. Rio de Janeiro: Bertrand Brasil, 2011.

O texto descreve um processo que pode ser acelerado com:
a) a manutenção da vegetação.
b) a construção de curvas de nível.
c) o planejamento urbano e ambiental.
d) o aumento da matéria orgânica do solo.
e) a construção nas encostas de morros.



11. (UDESC) O relevo corresponde às formas do terreno que foram moldadas pelos agentes internos e externos sobre a crosta terrestre. Cada forma de relevo corresponde a um estado da atuação desses agentes. Analise as proposições referentes ao relevo.

I. Planalto é um compartimento do relevo com superfície irregular e altitude superior a 300 metros, onde predominam processos erosivos.
II. Planície é uma parte do relevo com superfície plana e altitude igual ou inferior a 100 metros, onde predominam os acúmulos recentes de sedimentos.
III. Depressão é uma fração do relevo mais plano que o planalto, onde predominam processos erosivos, com suave inclinação e altitude entre 100 e 500 metros.
IV. No Brasil predominam planaltos e depressões.
V. Talude é a parte do relevo submarino, onde há o encontro da crosta continental com a crosta oceânica, formando desníveis de profundidade variável que chegam a atingir 3 mil metros.

Assinale a alternativa correta.
a. ( ) Somente as afirmativas II e IV são verdadeiras.
b. ( ) Somente as afirmativas I, II e V são verdadeiras.
c. ( ) Somente as afirmativas I e III são verdadeiras.
d. ( ) Somente a afirmativa V é verdadeira.
e. ( ) Todas as afirmativas são verdadeiras.



12. (U.E. Londrina-PR) Recentemente, o perigo dos terremotos voltou a lembrar o homem que a base rochosa na qual vive é apenas aparentemente imóvel. Como exemplos de formas de relevo que demonstram a vitalidade e a dinâmica dos agentes internos, pode-se destacar: 
a) as planícies centrais dos Estados Unidos. 
b) os planaltos e chapadas do Brasil central. 
c) as cordilheiras do oeste do continente americano. 
d) os desertos e chapadas do continente afrinano. 
e) as planícies siberiana e caucasiana na Rússia.



13. (PUC-RS) Muitas catástrofes naturais abalam a humanidade, como terremotos, vulcanismo e maremotos. No Brasil, a ausência desses fenômenos é explicada pela: 
a) existência de terrenos cristalinos antigos localizados nos limites de placas tectônicas. 
b) ausência de rochas vulcânicas basálticas, indispensáveis na ocorrência de vulcões. 
c) localização, distante de dorsais oceânicas e das bordas das placas tectônicas. 
d) grande massa continental, que evita o escape do magma, mesmo estando em áreas de subducção. 
e) localização na Placa Sul-Americana, que não se movimenta desde a Era Mesozóica. 



Nenhum comentário:

Postar um comentário