Exercício Resolvidos: Relações Ecológicas

Confira Questões Resolvidas Sobre Relações Ecológicas

1. (UFF-RJ) Os itens enumerados a seguir são exemplos de diferentes relações entre os seres vivos. 
I. A caravela flutua nas águas do mar e é formada por um conjunto de indivíduos da mesma espécie, que vivem unidos e dividindo o trabalho; alguns são responsáveis pela flutuação, outros pela captura de alimentos e outros pela defesa. 
II. Para conseguirem luz, as orquídeas prendem-se com suas raízes ao tronco e aos ramos altos das árvores. 
III. O leão mata e devora o gnu, para se alimentar. 
IV. No líquen, o fungo fornece para a alga água e sais minerais, retirados do meio; a alga, por sua vez, fornece ao fungo substâncias orgânicas. 
As relações descritas nesses itens são classificadas, respectivamente, como: 
a) colônia, inquilinismo, predatismo e mutualismo. 
b) comunidade, parasitismo, canibalismo e comensalismo. 
c) mutualismo, parasitismo, predatismo e simbiose. 
d) população, inquilinismo, canibalismo e mutualismo. 
e) comunidade, inquilinismo, canibalismo e simbiose.



2. (Cesgranrio) No combate biológico ao hospedeiro intermediário da esquistossomose, têm sido empregadas atualmente técnicas de introdução, na região, de outras espécies de caramujos, mais ágeis e resistentes, e de outros animais, como patos e marrecos. A ação dos caramujos e a dos patos e marrecos introduzidos em regiões endêmicas são exemplos, respectivamente, de relações ecológicas do tipo:
a) parasitismo e amensalismo.
b) competição e predatismo.
c) competição e parasitismo. 
d) predatismo e amensalismo.
e) predatismo e competição.



3. (UEMS) São exemplos de relações positivas ou harmônicas entre os organismos de uma comunidade: 
a) predatismo e competição.
b) parasitismo e amensalismo.
c) esclavagismo e canibalismo.
d) mutualismo e comensalismo.
e) competição e sociedade.



4. (Urca) Cupins são excepcionais devoradores de madeira e tornam-se pragas em meio urbano ameaçando obras sacras, prédios históricos, etc. Entretanto eles não conseguiriam esse poder destrutivo sem a presença de protozoários em seus intestinos capazes de digerir a celulose. Essa relação ecológica é um exemplo de: 
a) Mutualismo. 
b) Comensalismo. 
c) Amensalismo. 
d) Parasitismo. 
e) Inquilinismo.



5. (PUC-SP) Uma determinada bactéria vive dentro das células de pulgões, insetos que retiram seiva elaborada das plantas. O genoma do pulgão supre algumas funções da bactéria e esta sintetiza substâncias que são utilizadas no metabolismo do inseto. A relação pulgão/planta e a relação pulgão/bactéria, contidas no trecho acima, são, respectivamente, 
a) parasitismo e mutualismo. 
b) parasitismo e comensalismo. 
c) comensalismo e mutualismo. 
d) comensalismo e inquilinismo. 
e) inquilinismo e mutualismo.



6. (UFPI-adaptada) Dos tipos de relações ecológicas seguintes, o único que ocorre exclusivamente entre organismos da mesma espécie é:
a) Inquilinismo;
b) Herbivoria;
c) Mutualismo;
d) Sociedade;
e) Parasitismo.



7. (Ufal) Embora a maioria das baratas seja animais onívoros, existem certas espécies que se alimentam de madeira e, de forma análoga aos cupins, têm no intestino determinados microrganismos que possibilitam a digestão da celulose. Estes são exemplos de um tipo de relação ecológica conhecida como:
a) inquilinismo. 
b) amensalismo. 
c) protocooperação. 
d) mutualismo. 
e) parasitismo.



8. (Vunesp) Um gavião, que tem sob suas penas carrapatos e piolhos, traz preso em suas garras um rato, com pulgas em seus pelos. Entre o rato e as pulgas, entre os carrapatos e os piolhos e entre o gavião e o rato existem relações interespecíficas denominadas, respectivamente, 
a) inquilinismo, competição e predação. 
b) predação, competição e parasitismo. 
c) parasitismo, competição e predação. 
d) parasitismo, inquilinismo e predação. 
e) parasitismo, predação e competição.



Comentários