Questões Resolvidas Sobre Hidrografia


Confira Exercícios Resolvidos sobre Hidrografia

1. (Enem PPL 2017) As intervenções da urbanização, com a modificação das formas ou substituição de materiais superficiais, alternam de maneira radical e irreversível os processos hidrodinâmicos nos sistemas geomorfológicos, sobretudo no meio tropical úmido, em que a dinâmica de circulação de água desempenha papel fundamental. 
GUERRA, A. J. T.; JORGE, M. C. O. Processos erosivos e recuperação de áreas degradadas. São Paulo: Oficina de Textos, 2013 (adaptado).
Nesse contexto, a influência da urbanização, por meio das intervenções técnicas nesse ambiente, favorece o
a) abastecimento do lençol freático. 
b) escoamento superficial concentrado. 
c) acontecimento da evapotranspiração. 
d) movimento de água em subsuperfície. 
e) armazenamento das bacias hidrográficas.



2. (Uece 2017) Considerando a fisiografia fluvial, os canais meandrantes têm dentre suas características
a) o fato de serem encontrados em áreas úmidas com a presença de vegetação ciliar, descrevendo curvas sinuosas e harmônicas entre si. 
b) o grande volume de carga de fundo e os múltiplos canais que se subdividem separados por ilhas assimétricas e barras arenosas. 
c) o formato retilíneo em segmentos de canais curtos, excetuando-se aqueles que têm controle tectônico. 
d) a sua configuração ramificada semelhante à de uma árvore é típica de regiões onde predominam rochas de resistência heterogênea. 



3. (Uece 2017) A bacia hidrográfica é reconhecida como unidade espacial na Geografia Física desde o fim dos anos 60. Contudo, durante a última década ela foi, de fato, incorporada pelos profissionais não só da geografia, mas da grande área das chamadas Ciências Ambientais, em seus estudos e projetos de pesquisa.
Botelho, R. G. M. e Silva, A. S. da. Bacia Hidrográfica e Qualidade Ambiental. Reflexões sobre a geografia física no Brasil. Vitte, A. C. Guerra, A. J. T. Rio de Janeiro. Bertrand Brasil. 2004. p. 153.

A importância da bacia hidrográfica como unidade de estudo, da forma como se refere o texto, se dá porque
a) os impactos no sistema hidrológico são os que mais afetam as atividades comerciais e de mineração. 
b) possibilita avaliar de forma integrada as ações humanas a respeito do ambiente e de seus desdobramentos sobre o equilíbrio hidrológico. 
c) os aspectos do ambiente podem ser estudados e compreendidos isoladamente na perspectiva da análise ambiental de forma compartimentada. 
d) os rios e as suas paisagens adjacentes que compõem as bacias hidrográficas representam a base dos estudos geoquímicos e ambientais. 



4. (Famerp 2017) As cidades, normalmente, são as mais afetadas por inundações, enchentes e deslizamentos. Muito embora as inundações sejam fenômenos naturais, as mudanças nas formas de uso e ocupação nas cidades incrementam esses fenômenos, que se tornam potencialmente mais perigosos. 
Mirian V. F. Barros et al. “Vulnerabilidade socioambiental à inundação”. Confins, nº 24, 2015. Adaptado.

Caracterizam exemplos de intervenções nas cidades que potencializam os fenômenos naturais de inundação
a) a construção de “piscinões” e a ocupação de mananciais. 
b) a impermeabilização do solo e o desassoreamento dos rios. 
c) a dragagem dos rios e a remoção da mata ciliar. 
d) a interferência nos cursos d’água e o descarte irregular de lixo. 
e) a adoção de barragens e o emprego de cisternas nos imóveis. 



5. (IFCE – com adaptações)
Sobre as características da hidrografia brasileira, são feitas as seguintes afirmações:
I. Considerando-se os rios de maior porte, só é encontrado regime temporário no sertão nordestino, onde o clima é semiárido, no restante do país, os grandes rios são perenes.
II. Predominam os rios de planalto em áreas de elevado índice pluviométrico. A existência de muitos desníveis no relevo e o grande volume de água possibilitam a produção de hidroeletricidade.
III. Na região Amazônica, os rios são muito utilizados como vias de transporte, e o potencial hidrelétrico é amplamente aproveitado.
Está correto o que se afirma em:
A) I apenas.
B) I e II apenas.
C) I e III apenas.
D) II e III apenas.
E) I, II e III.



6. (UNOPAR) A expressão “Bacia Hidrográfica” pode ser entendida como:
a) o conjunto das terras drenadas ou percorridas por um rio principal e seus afluentes.
b) a área ocupada pelas águas de um rio principal e seus afluentes no período normal de chuvas.
c) o conjunto de lagoas isoladas que se formam no leito dos rios quando o nível de água da água baixa.
d) o aumento exagerado do volume de água de um rio principal e seus afluentes quando chove acima do normal.
e) o lago formado pelo represamento das águas de um rio principal e seus afluentes.



7. (UFRJ) A bacia hidrográfica brasileira com maior possibilidade de navegação é:
a) Bacia do São Francisco
b) Bacia do Paraná
c) Bacia do Uruguai
d) Bacia Amazônica
e) Bacia do Paraíba do Sul



8. (FAAP) Qual o rio brasileiro que, mesmo atravessando a área de clima semiárido, não é temporário?
a) Jaguaribe.
b) Ceará-Mirim.
c) Acaraú.
d) São Francisco.
e) Paraguaçu.



9. UFCG - Riacho do Navio corre pro Pajeú
O rio Pajeú vai despejar no São Francisco
O rio São Francisco vai bater no meio do mar
O rio São Francisco vai bater no meio do mar
(Riacho do Navio – Luis Gonzaga e Zé Dantas)
Considere as proposições sobre o sistema hidrográfico descrito na estrofe da canção e, em seguida, assinale as corretas.
I) A estrofe da canção descreve a hierarquia entre alguns cursos fluviais que formam a bacia hidrográfica do rio São Francisco. Nessa hierarquia, o São Francisco é o rio principal, o Pajeú é o rio afluente e o riacho do Navio, o subafluente.
II) A rede hidrográfica descrita na estrofe da canção apresenta um padrão de drenagem exorreico. Dessa forma, a água captada pelo curso principal (o rio São Francisco) é lançada para fora do território brasileiro, no Oceano Atlântico.
III) O riacho do Navio e os rios Pajeú e São Francisco são cursos fluviais que, por cortarem uma área nordestina de domínio do clima semi-árido, apresentam regime de cheias intermitente ou temporário.
IV) A rede hidrográfica descrita na letra da canção apresenta um padrão de drenagem endorreico. Assim, toda a água
capturada pelo seu curso principal (o rio São Francisco) circula para o interior do território brasileiro e é despejada no rio Tocantins.
V) O riacho do Navio e os rios Pajeú e São Francisco são cursos fluviais permanentes que formam uma das bacias hidrográficas agrupadas do Nordeste brasileiro.
Estão corretas:
a) I, II e III.
b) I, III e IV.
c) III e IV.
d) I, IV e V 
e) I e II. 



10. (UDESC 2015/2) Analise as proposições em relação aos conceitos que envolvem a hidrografia.
I. Rio é um curso de água doce que deságua em outro rio, em um lago ou no mar.
II. Denomina-se nascente o lugar onde nasce um rio.
III. Margens são as terras que servem de limite ao rio, nos seus dois lados. Define-se margem esquerda ou direita, ficando-se de costas para a nascente.
IV. Foz é o lugar onde o rio se torna mais volumoso, normalmente na metade de seu curso.
V. Denomina-se bacia o conjunto das águas que desaguam em um rio maior.
Assinale a alternativa correta.
a)  Somente as afirmativas I, II e III são verdadeiras.
b)  Somente as afirmativas I e II são verdadeiras.
c)  Somente as afirmativas I, II, III e V são verdadeiras.
d)  Somente as afirmativas III e IV são verdadeiras.
e)  Todas as afirmativas são verdadeiras.



11. (Fundação Oswaldo Cruz) A rede hidrográfica brasileira apresenta, dentre outras, as seguintes características: 
a) grande potencial hidráulico, predomínio de rios perenes e predomínio de foz do tipo delta. 
b) drenagem exorreica, predomínio de rios de planalto e predomínio de foz do tipo estuário. 
c) predomínio de rios temporários, drenagem endorreica e grande potencial hidráulico. 
d) regime de alimentação pluvial, baixo potencial hidráulico e predomínio de rios de planície. 
e) drenagem endorreica, predomínio de rios perenes e regime de alimentação pluvial.



Comentários