8 de março de 2018

Guerra Fria


Exercícios Sobre Guerra Fria

1. (Uerj 2017) Se há apenas cinco ou dez anos dissessem a alguém em Cuba que um presidente norte-americano visitaria a Ilha, a resposta seria um sorriso irônico; mas se fosse mencionada a possibilidade de ver os Rolling Stones tocando em Havana, a reação teria sido uma gargalhada – ou um grito, se a pessoa assim informada tivesse seus 60 ou 70 anos de vida. Porque aqueles que fomos jovens em Cuba na década de 1960 dificilmente esqueceremos as críticas políticas quando confessávamos ouvir os Beatles ou os Stones. Quem poderia ter previsto? Definitivamente, os tempos estão mudando. 
LEONARDO PADURA. Adaptado de Folha de S. Paulo, 12/03/2016.

As considerações do escritor sobre a sociedade cubana indicam que, na década de 1960 e no momento atual, as diferenças entre as condições de vida são contextualizadas, respectivamente, pelos seguintes aspectos das relações internacionais:
a) expansão mundial de regimes totalitários – supremacia das concepções neoliberais 
b) crescimento da influência global soviética – afirmação da hegemonia norte-americana 
c) bipolaridade entre capitalismo e socialismo – multipolaridade da ordem econômica 
d) política externa independente na América Latina – integração das nações subdesenvolvidas 



2. (Uern 2015) A eclosão da guerra entre os blocos era improvável, mas a paz era impossível, sintetizava o cientista político francês Raymond Aron. A paz era impossível porque não havia maneira de conciliar os interesses em disputa. Um sistema só poderia sobreviver à custa da destruição total do outro. E a guerra era improvável porque os dois blocos tinham acumulado tamanho poder de destruição que, se acontecesse um conflito generalizado, seria, com certeza, o último. [...] 

(José Arbex Júnior. Guerra Fria: o Estado terrorista. 2. ed. São Paulo: Moderna, 2005. p. 10. Coleção Polêmica.)

De acordo com o contexto da Guerra Fria descrito anteriormente, analise as afirmativas.
I. “Foi o oferecimento aos países da Europa ocidental de matérias-primas, produtos e capital, na forma de créditos e doações. Um verdadeiro programa de ajuda econômica e militar dos EUA aos países destruídos pela Guerra.”
II. “A resposta do bloco socialista veio a partir da formação de uma aliança entre a URSS e alguns países da Europa Oriental.”

As afirmativas I e II se referem às estratégias distintas adotadas, respectivamente, pelos EUA e URSS durante a Guerra Fria. Trata-se de
a) Macarthismo e Sionismo. 
b) Plano Marshall e Pacto de Varsóvia. 
c) Doutrina Truman e Política do Big Stick. 
d) Destino Manifesto e Estado de Bem-Estar Social.



3. (Uerj 2012) O capitalismo do século XIX tropeçou de desastre em desastre nas bolsas de valores e nos investimentos empresariais irracionais. Após a Segunda Guerra Mundial, essa desordem foi de algum modo posta sob controle na maioria das economias avançadas: sindicatos fortes, garantias trabalhistas e empresas de grande escala combinaram-se e produziram uma era, de mais ou menos trinta anos, de relativa estabilidade.
Adaptado de SENNETT, Richard. A corrosão do caráter: as consequências pessoais do trabalho no novo capitalismo. Rio de Janeiro: Record, 2010.

A estabilidade mencionada no texto foi proporcionada pela condição socioeconômica e pelo modelo de organização do Estado identificados em:
a) implantação dos sistemas de crédito – moderno
b) estruturação dos impérios coloniais – corporativista
c) organização das redes produtivas globais – autocrático
d) formação das sociedades de consumo de massa – de bem-estar social



4. (UFPR 2009) Considere o trecho abaixo, sobre a Guerra Fria:
(...) apesar da retórica apocalíptica de ambos os lados, mas sobretudo do lado americano, os governos das duas superpotências aceitaram a distribuição global de forças no fim da Segunda Guerra Mundial, que equivalia a um equilíbrio de poder desigual mas não contestado em sua essência.

(HOBSBAWM, Eric. Era dos extremos: o breve século XX, 1995, p. 224.)

Sobre o tema, é correto afirmar:
a) Os EUA possuíam maior quantidade de países aliados, enquanto a influência da URSS era maior quanto à extensão territorial total, o que equilibrava suas forças.
b) Uma característica marcante da Guerra Fria é que, em termos objetivos, o perigo de ocorrer uma guerra mundial era mínimo, quase inexistente.
c) EUA e URSS respeitavam a orientação do Protocolo da ONU de não desenvolverem nem manterem arsenais nucleares durante a Guerra Fria.
d) Ao final da Segunda Guerra Mundial, EUA e URSS firmaram um acordo, no sentido de não se atacarem mutuamente, nem aos aliados uns dos outros.
e) Durante a Guerra Fria, a propaganda foi pouco utilizada pelas duas superpotências como recurso para estabelecer limites nas ações do adversário.



5. (Cesgranrio) O fim da Guerra Fria, expresso na extinção da União Soviética, em 1991, acarretou um novo equilíbrio e o ordenamento das relações internacionais, que se caracteriza por um (a):
a) enfraquecimento dos movimentos nacionalistas regionais e das tendências de globalização na Europa ocidental.
b) declínio da liderança política internacional das superpotências em virtude da transferência do controle de seus arsenais nucleares para a Assembléia Geral da ONU.
c) revitalização das alianças militares estratégico-defensivas, conforme os pactos políticos da Europa central e do leste.
d) formação de megablocos político-econômicos que favoreceram a internacionalização dos fluxos de capitais, tais como a da Comunidade Européia e a do Nafta.
e) decadência econômica dos países da bacia do Pacífico que haviam mantido uma posição de neutralidade durante a Guerra Fria, tais como Cingapura e Malásia.



6. (Cesgranrio) Marque a opção que apresenta um acontecimento relacionado com as origens da Guerra Fria. 
a) Construção do Muro de Berlim (1961). b) Intervenção militar norte-americana no Conflito do Vietnã (1962). 
c) Criação da Organização do Tratado do Atlântico Norte, OTAN (1949). 
d) Eclosão da crise dos mísseis em Cuba (1962). 
e) Invasão da Baía dos Porcos (1961).



7. (FGV) Durante o período da Guerra Fria, o cenário internacional foi marcado: 
a) Pela expansão de regimes comunistas no interior da América Latina e pela Europa Ocidental. 
b) Pela bipolarização do poder mundial envolvendo as duas superpotências, União Soviética e Estados Unidos da América. 
c) Pela militarização da Alemanha, a despeito das decisões das conferências de Yalta e Potsdam.
d) Pela polarização do mundo em dois blocos compostos por URSS, Inglaterra, EUA e França, contra Alemanha, Itália e Japão. 
e) Pelo equilíbrio de forças entre os países desenvolvidos e os países do chamado Terceiro Mundo.



8. (PUC-SP-1997) Usa-se o nome Guerra Fria para designar 
a) a tensão militar existente entre Inglaterra e Alemanha, no final do século XIX, motivada pela disputa, entre os dois Estados Nacionais, pelo controle do comércio no Mar do Norte. 
b) o problema diplomático surgido entre França e Portugal, no início do século XIX, que provocou a vinda da família real portuguesa para o Brasil e a posterior transformação da colônia em Reino Unido. 
c) a invasão francesa na Rússia, no início do século XIX, com a decorrente derrota dos invasores e o fim do período napoleônico. 
d) o conjunto de tensões entre Estados Unidos e União Soviética, resultante da disputa, entre ambas, por uma posição hegemônica no contexto internacional do pós Segunda Guerra Mundial. 
e) a disputa entre Rússia e Japão, no período imediatamente anterior à Primeira Guerra Mundial, por territórios no extremo oriente da Ásia e pelo controle do comércio marítimo no Pacífico.



9. (UECE-2007) A expressão Guerra Fria, utilizada para designar a oposição entre o mundo comunista e o mundo capitalista que se iniciou após a Segunda Guerra Mundial, indicou, naquela época, a oposição entre duas superpotências sem um combate em grande escala ou o confronto direto. Assinale a alternativa que contém o nome das duas superpotências. 
a) União Soviética e Estados Unidos 
b) Alemanha e Inglaterra 
c) França e União Soviética 
d) Estados Unidos e Rússia 



10. (UFRS) O final da Segunda Guerra Mundial possibilitou a emergência das superpotências que se enfrentaram numa “Guerra Fria”, explícita a partir de 1947, e a divisão do mundo em blocos de poder bipolar.
Como aspectos desse processo, apresentam-se os itens abaixo:
I. A “Doutrina Truman”, enunciada pelo presidente dos EUA, e o plano Marshall, de ajuda econômica à Europa.
II. O informe Jdanov e a criação do Cominform pelos partidos comunistas europeus.
III. A intensificação da corrida pelo desenvolvimento dos armamentos nucleares e a divisão da Alemanha.
Quais deles apresentam corretamente aspectos do processo citado?
a) Apenas I.
b) Apenas II.
c) Apenas III.
d) Apenas II e III.
e) I, II e III.



Nenhum comentário:

Postar um comentário