22 de novembro de 2017

A Baixa Idade Média


Confira Exercícios Sobre A Baixa Idade Média:

1. (FUVEST) Durante a Baixa Idade Média, as feiras constituíam:
a) um instrumento de comércio local das cidades para o abastecimento cotidiano de seus habitantes;
b) áreas exclusivas de câmbio das diversas moedas européias;
c) locais de comércio de amplitude continental, que dinamizaram a economia da época;
d) locais fixos para comercialização da produção dos feudos;
e) instituições carolíngias para renascimento do comércio, abalado pelo domínio sarraceno no Mediterrâneo.



2. (ACAFE) Entre as causas da decadência do feudalismo, é correto mencionar:

I. o Renascimento Comercial e Urbano;
II. o aparecimento de uma nova classe social: a burguesia;
III. a Guerra dos Cem Anos, envolvendo França e Inglaterra;
IV. a união do rei e dos senhores de terras, visando à centralização política.
As alternativas corretas são:
a) I e IV
b) I, II e III
c) I e II
d) II, III e IV
e) II e III



3. (U.F. Triângulo Mineiro-MG) O crescimento do comércio e das cidades na Baixa Idade Média:
a) consolidou as estruturas feudais, como a economia de subsistência e a suserania;
b) expandiu as atividades agrícolas, com o declínio do uso de moedas nas trocas;
c) fez surgir um novo grupo social, ligado às atividades artesanais e mercantis;
d) permitiu o desenvolvimento do trabalho livre, isento de quaisquer restrições;
e) criou uma infra-estrutura tão adequada, que provocou intenso êxodo rural



4. (UFES) O século XIV, na Idade Média, corresponde a uma fase em que o feudalismo já estava enfrentando sérios problemas, que impunham mudanças. Não fez parte dessa fase de crise do feudalismo o(a):
a) escassez da mão-de-obra servil, devido a epidemias como a “Peste Negra”, doença que dizimou grande parcela da população;
b) desorganização da produção causada pela incidência de guerras, como a Guerra dos Cem Anos;
c) aumento da mortalidade provocada pela Grande Fome, que produziu a miséria no campo;
d) eclosão de revoltas camponesas desencadeadas pela situação de empobrecimento do homem do campo;
e) política oficial explicita de contenção da produção agrícola e do crescimento demográfico.



5. (UFPE) Sobre o movimento das Cruzadas, em que a Igreja Católica procurou retomar as “terras santas” dos mouros, assinale a opção correta.
a) As Cruzadas ampliaram as possibilidades do comércio europeu na Ásia.
b) As Cruzadas foram financiadas unicamente com recursos da Igreja e não tinham fins comerciais.
c) Os senhores feudais que financiavam as Cruzadas eram recompensados unicamente com títulos religiosos.
d) Do ponto de vista militar, as Cruzadas obtiveram êxito total contra os mouros, expulsando-os da Europa e da Terra Santa.



6. (Unifor-CE) Nos últimos anos do século XI tiveram início as Cruzadas, expedições de cunho religioso-militar organizadas como uma contra ofensiva cristã em relação ao cerco muçulmano. É correto afirmar que, ao mesmo tempo, essas expedições:
a) responderam pela ruralização da Europa Ocidental e deixaram como principal conseqüência o esfacelamento do sistema feudal;
b) promoveram a reunificação da Igreja romana do Ocidente e do Oriente e contribuíram para o fortalecimento do poder papal;
c) foram um meio utilizado pela Igreja para reconstruir o Antigo Império Romano e transformar o Mediterrâneo num mare nostrum cristão.
d) conquistaram as rotas comerciais terrestres das cidades italianas e impediram a difusão das crenças religiosas islâmicas no Mediterrâneo;
e) foram uma forma de aliviar as pressões demográficas sobre o sistema feudal e trouxeram como principal conseqüência a reabertura do Mediterrâneo ao comércio europeu.



7. (Unifor-CE) Assim como as Cruzadas dinamizaram o renascimento das atividades comerciais na Europa, a Expansão Marítima provocou uma verdadeira Revolução Comercial, na medida em que a atividade mercantil passou a ser exercida em escala mundial.
Em meio a esse processo, estruturava-se uma nova ordem socioeconômica, que alguns estudiosos denominam:
a) feudalismo
b) capitalismo industrial
c) capitalismo comercial
d) capitalismo financeiro
e) socialismo



8. (U. Salvador-BA) Na Baixa Idade Média, o renascimento do comércio possibilitou:
a) a formação de associações corporativas, denominadas confrarias, que defendiam os interesses dos mercadores;
b) a instituição, pela burguesia nascente, de governos próprios sob a proteção dos senhores feudais;
c) o retorno das transações financeiras com o reaparecimento da moeda;
d) o fortalecimento da nobreza feudal a partir da cobrança de impostos sobre as atividades comerciais;
e) a cobrança de juros, nos empréstimos financeiros, com o apoio da Igreja.



9. (UFPE) Durante toda a Baixa Idade Média, a Península Ibérica esteve envolvida:
a) em guerras entre os reinos de Portugal e de Navarra;
b) na Guerra de Reconquista, em que os reinos cristãos lutaram contra os muçulmanos;
c) na guerra contra a formação dos estados modernos europeus;
d) com a conquista da África e da Ásia;
e) com a organização das cruzadas.



10. (PUC-RS) Na Europa, entre os séculos XI e XV, ocorreram transformações sociais, políticas, econômicas e culturais, dentre as quais não se pode citar:
a) o desenvolvimento do capital comercial;
b) a dissolução gradual do trabalho servil;
c) a consolidação da influência bizantina na Igreja;
d) o surgimento de uma cultura antropocêntrica;
e) o início da centralização do poder político.



11. (U.E. Maringá-PR) Sobre a crise da sociedade feudal européia (séculos XIV e XV), assinale o que for correto.
01. Em determinadas áreas da Europa Ocidental, ocorre a transformação das relações servis em relações contratuais, que paralelamente coexistem com um recrudescimento da servidão em outras regiões.
02. Nesse período, houve uma decadência das atividades comerciais e uma regressão da vida urbana, sobretudo em razão das pressões da Igreja.
04. As revoltas urbanas e camponesas, as Jacqueries da França, vinculam-se à miséria que caracteriza a vida dos trabalhadores urbanos e dos camponeses naquele período.
08. Em seus aspectos políticos, a crise do feudalismo possibilita uma crescente centralização do poder monárquico e o conseqüente surgimento dos Estados Nacionais.
16. As inovações técnicas na guerra, a utilização de armas de fogo, exigem exércitos mais disciplinados e mais bem treinados que os dos cavaleiros medievais, e colocam em xeque a cavalaria, instituição da nobreza.
Dê, como resposta, a soma das alternativas corretas.



12. (Upe 2011) - Na Baixa Idade Média (séculos X-XV), a sociedade feudal europeia assistiu a mudanças em sua estruturação e dinâmica de funcionamento que foram essenciais para a construção do mundo moderno. Sendo assim, é correto afirmar que, neste período,
a) a burguesia surge e começa a atuar predominantemente, no contexto social dos incipientes centros urbanos feudais.
b) a igreja católica assiste a uma redução drástica do seu poder no contexto sócio-político mais amplo com a eclosão da Reforma Protestante.
c) o poder régio nas monarquias feudais, em especial na França e Inglaterra, passa a restringir a atuação da burguesia por meio de medidas de repressão fiscal.
d) há uma expansão do modelo agrário feudal na economia europeia de então, com a diminuição dos centros urbanos.
e) as cidades feudais passam a sofrer com guerras locais ligadas aos conflitos religiosos entre os cristãos e os judeus, em especial na Península Ibérica.




Nenhum comentário:

Postar um comentário